O homem caído é exposto diariamente diante de Deus por meio de seu viver. Definitivamente este não consegue fazer o bem que deseja (Romanos 7:14-20). Mas, louvado seja o Senhor, porque, em vez de vir e condenar o homem, como faria qualquer um, Ele veio em nossa direção e nos deu Sua vida abundante (João 10:10b). A encarnação de Cristo aconteceu porque Ele estava determinado a nos salvar. Aleluia! Ele veio a nós!
Ele veio quando estávamos numa situação deplorável; quando tínhamos um viver de pecado e uma expressão de tristeza. Hoje, graças a Deus, somos pessoas resgatadas disso tudo. Ele nos comprou com Seu precioso sangue (1 Pedro 1:18-19).
Na era da graça, o que o Senhor espera de nós é que nos alimentemos Dele, O sirvamos e permitamos que Sua vida cresça em nós. Essas são algumas das condições para sermos aprovados em Sua segunda vinda.
Quando percebemos que há inúmeras pessoas que estão na mesma condição em que nós estávamos, lamentamos muito, e, além disso, nossa responsabilidade aumenta.
Nós, filhos de Deus, precisamos fazer alguma coisa, precisamos reagir, liderar outros cristãos para pregar o evangelho da graça para todas as pessoas. Não seria maravilhoso se nossa casa fizesse isso? Não seria marcante ver nosso cônjuge e filhos falando do amor de Jesus?
Querido leitor, estamos muito felizes por mais esta edição. Como as que a precederam, esta não podia ser diferente. Foram muitos os obstáculos que precisaram ser transpostos, mas, graças a Deus, o Senhor nos deu a vitória.

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui