Os adultos, principalmente os pais, têm a responsabilidade de fazer com que as crianças se envolvam no ambiente saudável da igreja. Enquanto são de pouca idade, ainda na fase de formação do caráter, elas devem ser orientadas e disciplinadas – não apenas em casa, mas também durante as reuniões da igreja. Muitas famílias deixam os filhos à vontade para correr livremente, mesmo no horário das reuniões. Isso se torna algo preocupante, pois estão perdendo a oportunidade de ensinar princípios importantes aos filhos no que se refere a limites, educação e respeito (Provérbios 29:17; Efésios 6:4).

Em muitas igrejas há serviço específico destinado a crianças e jovens. Ali irmãos e irmãs voluntariamente cuidam deles, conforme a faixa etária. Algumas famílias têm o saudável hábito de trazer os filhos para as reuniões de crianças e para as reuniões de jovens. É desejável que isso aconteça. Se, desde a infância, um filho é conduzido no caminho do Senhor, mesmo quando for adulto, não se esquecerá dele.

Na igreja, uma criança de tenra idade já pode receber os princípios da Palavra de Deus, sendo cuidada ao longo dos anos, até que um dia manifeste o desejo de ser salva. Os que cresceram recebendo esse cuidado, hoje se ocupam de outros jovens; por sua vez, os jovens fazem isso com crianças mais novas, o que é saudável entre as gerações e faz a igreja avançar.

Felizmente há, em nosso meio, jovens que já se dedicam a servir ao Senhor e são diligentes em chegar mais cedo às reuniões da igreja. O envolvimento com o serviço ao Senhor é uma ótima oportunidade para que sejam treinados e aprofundem sua intimidade com o Senhor conhecendo-o mais. Ainda assim, os pais não podem esquecer sua responsabilidade de conduzir os filhos em casa.

A maneira como Jesus foi educado indica um caminho saudável a ser trilhado pelos pais. Sigam o exemplo de José e Maria e procurem envolver os filhos em um ambiente familiar adequado, que inclui as reuniões da igreja. Certamente o jovem Jesus tinha contato com a Palavra de Deus não apenas durante a festa anual da Páscoa, mas já a conhecia pelos ensinamentos que recebeu de José e Maria no ambiente familiar (Deuteronômio 6:6-7).

Hoje em dia é preocupante o fato de os pais darem excessiva liberdade às crianças. É necessário que ajudem os filhos a encontrar um ponto de equilíbrio no uso da televisão, computador e jogos, balanceando suas atividades recreativas, esportivas e escolares, e lembrando-os de dar a devida atenção à Palavra de Deus. Que Deus abençoe os pais nessa importante tarefa de educar filhos!

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui