Resultados da sua busca

Ajuda humanitária para as igrejas na Venezuela

29/08/2018

Ajuda humanitária para os irmãos da Venezuela

Amados irmãos:

A maioria de vocês tem acompanhado as notícias sobre a grave crise da Venezuela, e imediatamente se perguntam como estarão os nossos irmãos da vida da igreja. Primeiro quero ressaltar que os irmãos da Venezuela estão muito agradecidos a Deus e aos irmãos do Brasil por toda a ajuda recebida por ocasião das últimas conferências, que tem sido de grande alívio para as famílias e que tem cooperado com a sobrevivência das igrejas.

O que está acontecendo na Venezuela?

Por causa da hiperinflação e queda exorbitante do poder aquisitivo, a maioria da população está malnutrida. Infelizmente, a situação dos irmãos não é nada diferente do que a população em geral está vivenciando. Para se ter uma ideia da dificuldade de se conseguir comida, o quilo de arroz custa ½ SM (salário mensal), o quilo de carne custa 1 SM, uma cartela de ovos custa 1 SM e um pneu custa 48 SM. Os serviços públicos estão colapsando e há falta de água potável (algumas regiões ficam até 1 mês sem água) e energia elétrica (até 5 dias sem luz). O parque automotivo público e particular diminuiu a circulação em 70% por falta de autopeças (isso dificulta enormemente que os irmãos se locomovam e se reúnam). A situação hoje, diferentemente de um tempo atrás, é que os produtos estão disponíveis, mas os preços são inacessíveis, por causa do baixo poder aquisitivo, resultado da hiperinflação. Com relação aos remédios, existe uma imensa escassez e muitos doentes. Graças a Deus, com relação aos irmãos, a escassez tem sido amenizada por causa das ofertas de remédios das igrejas no Brasil. Calcula-se que mais de 4 milhões de pessoas já deixaram o país, por causa desse quadro tão caótico — um verdadeiro “êxodo” dos tempos modernos.

E a vida da igreja na Venezuela?

Quase seiscentos irmãos deixaram o país, a maioria deles jovens, casais jovens e alguns que eram líderes nas igrejas. As igrejas estão afetadas tanto pela dificuldade de ser reunir como com a “migração forçada” de “irmãos-coluna”. Algumas igrejas menores já desapareceram. Os cooperadores têm feito um grande esforço, quase uma batalha épica, para tentar impedir a dispersão e que os irmãos não deixem de reunir.

O que tem sido feito para manter a vida da igreja?

Diante deste quadro tão complicado, os irmãos estão tentando intensificar a pregação do evangelho, se uniram ainda mais e se tornaram mais criativos na busca de alternativas. Alguns exemplos disso são a criação de mais reuniões nos bairros, para que os irmãos possam ir caminhando, fretamento de algum meio de transporte para algumas reuniões, impressão do Alimento Diário semanalmente em papel reciclável (1 semana de cada vez), criação de um app do Alimento Diário e gravação do áudio no padrão rádio para distribuição por WhatsApp, pen drive e e-mail. Apesar desse quadro, algumas igrejas cresceram em número e outras até dobraram.

Como podemos cooperar?

Intensificar nossas orações e ajuda para que um maior número de famílias receba um suprimento básico para sua subsistência e assim permaneçam no país cuidando dos irmãos e edificando a igreja.

– Interceder ao nosso Deus pelos nossos irmãos e pela Venezuela
– Ofertar para a manutenção de famílias estratégicas.
– Ofertar para o envio de remédios. Não tragam mais remédios para a Estância, pois conseguimos preços de distribuidora até 5 vezes mais baratos que nas farmácias; dessa maneira, com a sua oferta, teremos muito mais remédios para atender um maior número de irmãos necessitados.

Ofertas em dinheiro:

  1. Entregar na Estância Árvore da Vida, durante a conferência. Daremos as devidas instruções sobre como fazer.
  2. Deposito bancário (cheque ou dinheiro).
  3. Trasnferência bancária, TED ou DOC.

Igreja em Limeira
CNPJ 47.744.586/0001-62
Banco Itaú
Ag 0279
Conta corrente 54393-8

Agradecemos a todos pela cooperação. Senhor, lembra-te da Venezuela.

Roberto Graner
Cooperador que coordena as necessidades na Venezuela

 

 

LINK PARA DOWNLOAD

Ajuda.humanitaria.Venezuela.pdf

 

22/08/2018

As propagandas exibidas neste site são baseadas nos interesses do usuário, coletadas pelos mecanismos de busca durante a navegação, por isso o conteúdo delas pode variar.