Resultados da sua busca

ANTES INÚTIL, AGORA, PORÉM, ÚTIL.

20/04/2018

A carta de Paulo a Filemom é belíssima. Ela é pequena mas expressa o significado da obra redentora de Cristo bem como a situação geral das pessoas antes e depois de encontrarem-se com o Senhor. Os vinte e cinco versículos que compõem a epístola falam de um escravo, (v. 16) de nome Onésimo, que, ao que parece, havia roubado de seu senhor (Filemon) e depois fugido para Roma, onde acabou encontrando-se com Paulo na prisão (vs. 10, 18).
Martinho Lutero disse certa vez: “Todos nós somos Onésimo.” O nome
Onésimo quer dizer: útil. O homem foi criado para ser útil, para servir ao Senhor. Mas o problema do pecado o distanciou desse propósito. A raiz grega do nome Onésimo é onikos, que significa jumento. Esse animal era utilizado para mover pedras de moinho. Essa é a condição do homem depois da queda. O príncipe deste mundo tem cegado o entendimento das pessoas para não perceberem que estão puxando o moinho que gera energia para manter o mundo funcionando.
Mas louvado seja o Senhor por Sua soberania! Nosso Deus ama o homem e nunca desiste dele. É Ele quem cria circunstâncias para aprisionar um “Paulo” ao lado de um Onésimo.

Depois de convertido pela pregação do apóstolo Paulo, Onésimo foi libertado. Não é maravilhoso a Bíblia ter um livro desses? Aleluia! Depois da salvação, nos tornamos úteis nas mãos do Senhor.
Antes da nossa salvação, não tínhamos nenhuma utilidade para Deus. Mas, com a salvação, deixamos o moinho e passamos a cooperar com o Senhor em Sua obra. Paulo recebera um homem inútil, mas, agora, estava enviando de volta a Filemon uma pessoa útil.

Amado leitor, saiba que, onde você está, há muitas pessoas puxando o moinho.

Pessoas ativas, mas sem utilidade nas mãos do Senhor. Procure ver como o apóstolo Paulo via. Ele enxergava Deus atrás de tudo. Ele confiava no Senhor e se rendia facilmente à Sua soberania. Não desconsidere o fato de estar onde está. Foi Deus quem o colocou aí. Se olhar atentamente ao redor, notará que há um fugitivo que precisa ouvir o evangelho, crer no Senhor, arrepender-se e voltar para casa.
O Senhor Jesus é um libertador de Onésimos. Vejamos o que Ele disse: “
O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor” (Lucas 4:18-19).
Esperamos que este periódico o estimule a pregar o evangelho para outros tantos Onésimos que existem por aí. Lembre-se: você e o Evangelho que está em suas mãos podem ser divisores de águas na vida das pessoas que o cercam.

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui

As propagandas exibidas neste site são baseadas nos interesses do usuário, coletadas pelos mecanismos de busca durante a navegação, por isso o conteúdo delas pode variar.