22 de junho de 2015

Aos amados santos em todas as igrejas:

Assunto: Relatório da situação da obra na Irlanda

Em nome dos irmãos que servem na Europa gostaríamos de esclarecer os fatos ocorridos em Dublin, na esfera do PLN, e ao mesmo tempo informar sobre a situação atual. Fatos estes que trouxeram preocupação a todos nós, e que foram objeto de oração por todas as igrejas.

1)     Como é do conhecimento de vocês, a Escola IEA, nossa parceira no Projeto PLN, teve suas portas fechadas por motivos alheios a nós, pegando-nos a todos de surpresa.

2)     Imediatamente recorremos ao meio mais eficaz: a oração, em grau e intensidade, movendo não somente os irmãos integrantes do PLN, bem como todos os cooperadores e várias igrejas.

3)     Primeiramente tivemos como resultado a reação dos irmãos aqui tendo experiências marcantes quanto a depender do Senhor e confiar Nele, fortalecendo seus laços de fé e confiança em um Deus vivo e verdadeiro. Embora a frustração e desânimo tentou tomar conta deles, conseguiram vencer e manter-se firmes e de cabeça erguida, cheios de força na oração (criaram o relógio de oração 24 horas), no jejum, com alegria.

4)     O testemunho da equipe em meio a toda essa situação rendeu muitos frutos internos e externos.

a.     Ao estabelecer-se reuniões de oração diária, alguns alunos vieram e participaram.

b.    Um irmão que mora nos EUA soube da nossa situação. Ele tem negócios em Dublin e uma filha morando aqui. Através dele fomos encaminhados a uma escola de inglês das mais conceituadas na Irlanda. Hoje, 8 irmãos estão nessa escola e ainda ganhamos 3 bolsas de estudo.

c.     A filha desse irmão está indo às reuniões e trazendo as pessoas que tinha pregado o evangelho.

d.    Irmãos de outros grupos e até uma missionária, também estudante, estão participando das reuniões.

e.     Iniciou-se uma reunião em umas das casas do PLN, em Dublin 12, com o objetivo de apascentar os novos.

f.     Precisávamos de 3 irlandeses para formar a Diretoria da “charity”, instituição que estamos implantando para dar cobertura ao PLN e BooKafé. Uma irmã brasileira, com cidadania e dois irlandeses já estão engajados no projeto.

5)     Finalizando, conseguimos negociar com uma agência de intercâmbio as novas condições para os cursos:

a.     O curso poderá ser feito em qualquer escola filiada ao MEI (entidade que controla as escolas), com total segurança.

b.    Em algumas escolas poderá ser mantido o mesmo preço, com a facilidade de se pagar no cartão em12 parcelas.

c.     Dependendo da escola, poderá se fazer o curso em duas etapas de 3 meses cada, intercalada com um período de “Holiday” (férias) de 2 meses.

Em nome de todos os irmãos que aqui servem na Europa, pedimos desculpas por todo transtorno e sentimento de mal-estar causado por estes acontecimentos, mas que damos toda a glória, honra e louvor ao modo vitorioso como o Senhor nos concedeu em tudo isso!!

Contamos ainda mais com as orações de todos, sabendo que estes têm sido os valentes do Senhor neste campo de batalha em prol da vinda do Reino!!! Obrigado pelo carinho de todos vocês!!

Em nome de todos que servem em Dublin, vossos conservos,

____________________________________________________________________________________

Data: 5 de maio de 2015 18:12
Assunto: ORAÇÃO URGENTE PELA OBRA DO SENHOR NA IRLANDA

Data: 2 de maio de 2015 18:54

Hoje recebemos comunicado oficial de um possível fechamento da Escola da qual o PLN é parceiro aqui na Irlanda. Há algumas semanas surgiram os boatos e nos posicionamos em oração. Havia problemas com a imigração e muitos estudantes já não conseguiam tirar os vistos. O comunicado informa que estão esperando posicionamento da Imigração e que na próxima semana não haverá aulas. A Escola foi posta à venda e não consegue pagar os funcionários e professores. Uma resposta negativa da Imigração implicará no fechamento definitivo da Escola.

Está claro que há uma guerra sendo travada aqui. Desde que começamos com o PLN, aqui na Europa aumentou a perseguição às escolas. Também cremos que viemos para lutar e vamos vencer. Desanimar jamais!

Contudo, é uma situação bastante angustiante, para a qual precisaremos do clamor de todo o Corpo. Teríamos que pagar outro curso para continuarmos com nossos vistos e darmos seqüência à obra. Também, temos 4 irmãs que ainda não tem vistos.

Nossa equipe está em constante intercessão e jejum. Tem sido uma prova de fogo para todos. Nós, os Cooperadores que servem na Europa, estamos em Genebra desde ontem para comunhão neste fim de semana. Temos tido bastante oração nestes dois dias por esta situação. Também tem sido uma oportunidade para clamarmos juntos ao Senhor em um ambiente de muita unanimidade. Cremos que a vitória é certa.

Pedimos oração do corpo. Juntos venceremos.

Seus conservos,

Solomon Ma
Glimalde Santos
Fernando Aguera
Alexandre Kemer
Joquismar Mendes