Uberaba é de Deus. Fomos enviados para lá com um propósito muito especial: pregar o evangelho do Reino no bairro do novo local a ser aberto. Pude ver que não se tratava de vendas ou métodos, mas de depender do Senhor em oração. Orei ao Senhor não somente para Ele ir à frente, mas para Ele me dar amor pelas pessoas. As pessoas são carentes e, mais especificamente, são carentes por amor. Toda vez que eu entrava na casa de alguém e essa pessoa contava sobre sua vida e seus problemas, eu orava perguntando ao Senhor como Ele agiria, como Ele sorriria para ela e o que Ele falaria. Pedi para que eu pudesse agir como Ele e até mesmo que pudessem vê-Lo no meu sorriso, pois sei que Jesus sempre andava com multidões e era atencioso com todos.

Por mais que eu saiba que não consigo ser amorosa como o Senhor era, é isso que Ele quer. Que Ele seja amoroso através de mim, pois se não tiver amor, serei como o metal que soa ou como o sino que retine. Que nossas palavras não sejam apenas barulho, mas o sopro de próprio Deus, e Suas palavras não voltem vazias.