Resultados da sua busca

ELEITOS POR DEUS

09/08/2019

Em época de eleições, vemos muitos políticos buscando a maior quantidade de votos possível para conquistar uma posição elevada no governo humano. A Bíblia diz que nós, os que recebemos a vida divina em nosso interior, fomos eleitos por Deus.

Ao contrário das eleições humanas, em que os políticos conquistam no máximo um mandato temporal e terreno, Deus nos elegeu para um mandato eterno e celestial.

Mas por qual motivo Deus nos elegeu?

Podemos dizer que Deus nos elegeu para O representar hoje na terra e para governar as nações no reino milenar, no mundo que há de vir (Hebreus 2:5-7).

Por meio de nós, Deus deseja expressar a Sua vida para alcançar outras pessoas.

Para tanto, Ele precisa de representantes que busquem o crescimento espiritual, negando a si mesmos e se alimentando da Sua Palavra, e que sejam fiéis em propagar o evangelho do reino.

Além disso, após o término da era em que vivemos, Deus estabelecerá o Seu reino, o qual perdurará por mil anos, até a chegada da nova Jerusalém. Durante esses mil anos, aqueles que tiverem sido eleitos e desempenhado bem o seu ministério hoje poderá governar com o Senhor sobre as nações.

Aleluia! Mesmo não merecendo, fomos escolhidos para exercer uma função de extrema importância no plano eterno de Deus. Isso deve nos deixar cheios de louvor e gratidão.

Precisamos perceber, contudo, que, para recebermos tamanha comissão no mundo que há de vir, precisamos ser transformados hoje pelo Senhor. Por um lado, fomos eleitos por Deus; por outro, a nossa eleição precisa ser confirmada. É isso o que nos diz o apóstolo Pedro: “Por isso, irmãos, procurai com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum” (2 Pedro 1:10).

Isso não significa que poderemos perder a salvação do nosso espírito, que nos livrou do lago de fogo, mas indica que, se queremos ter parte no governo do reino milenar, precisamos viver realmente como representantes de Deus. Se genuinamente cremos no Senhor, a vida eterna e, consequentemente, a nossa participação na nova Jerusalém já estão garantidas. No entanto, se não formos sérios em representar hoje os interesses de Deus aqui na terra, especialmente por meio da propagação do evangelho do reino, a nossa eleição não será confirmada, ou seja, não seremos aprovados por Deus para governar as nações no mundo que há de vir. Ser eleito por Deus significa, portanto, receber uma incumbência eterna e celestial para representá-Lo hoje na terra e, no mundo vindouro, governar sobre as nações. Por isso, um eleito não deve lutar pelos seus interesses, mas pelos interesses do Pai. Aquele que foi eleito por Deus também não deve viver uma vida relaxada e sem propósito, mas precisa viver de acordo com o padrão divino e com foco no reino. Dessa forma a nossa eleição será confirmada e, no milênio, reinaremos com nosso Senhor. Que possamos valorizar e confirmar nossa eleição!

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui

As propagandas exibidas neste site são baseadas nos interesses do usuário, coletadas pelos mecanismos de busca durante a navegação, por isso o conteúdo delas pode variar.