As organizadoras descrevem como foi o evento. Nosso sentimento ao organizar um dia especial para as crianças foi principalmente trazer os nossos pais para ver e participar com seus filhos momentos de palavra e lazer. Muitas vezes, o serviço está muito fragmentado em faixa etária, e percebemos que é extremamente importante essa interação. A festa foi no dia 09 de outubro, um domingo à tarde. Contou com a participação de cerca de 70/80 pessoas.  O convite aos pais e crianças da igreja foi moderno, um convite em forma de clip que foi enviado aos pais por meio do whatsapp. Para os convidados de fora, foi de forma pessoal.

Foi uma festa linda! Começamos com músicas infantis, sob a regência do irmão David. Músicas selecionadas no sentido de valorizar o nome e o amor do Senhor, com muitos gestos e palmas. Para finalizar essa seção, a irmã Luciane conduziu todos os presentes, crianças e adultos, a invocar o nome do Senhor, num coral em forma de “capela”, somente de vozes obedecendo ao comando da irmã. Em seguida, foi dada uma palestra pela irmã Denise baseado no versículo “sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração” Provérbios 4:23. Foi falado aos pequenos que nosso coração é muito pegajoso e se não cuidarmos bem dele, tudo começa a grudar. Foi muito divertido e ilustrativo, pois a irmã usou um grande coração de EVA que aos poucos ia grudando bolinhas, tipificando coisas do mundo que nos apegamos, e no final foi usado um mini rojão cheio de corações vermelhos e também mini bexigas de coração. Foi um momento bem especial para honra e glória do nome do Senhor! Depois veio o lanche com bolos, pipocas, salgados e brindes de chocolates. Todos se deliciaram com as guloseimas.

Na segunda etapa, foi apresentado um teatro com alguns pré- adolescentes abordando o tema “O ladrão da alegria”. A peça fala que a nossa maior alegria é o Senhor e não as coisas que temos, como vídeo game, celular, brinquedos, etc. Os adolescentes arrasaram na produção, cenário e vestimentas. A última parte da festa ficou por conta de um mágico cristão. A atmosfera foi muito descontraída com muitas crianças interagindo com as mágicas. No final de sua apresentação, o mágico que também é ventrílogo, apresentou o boneco Zaqueu, um boneco mal humorado que interage também com as crianças e pais, e no final muda de atitude.

Foi uma festa abençoada! Todos se divertiram e a palavra foi falada. O resultado foi que além de interagir pais e filhos, foi ao mesmo tempo uma porta para que coleguinhas das nossas crianças viessem e trouxessem seus pais. Esse é um recurso muito eficaz para trazermos novos contatos.  Onde os filhos vão, os pais estarão! Esperamos que este tenha sido o primeiro de muitos outros que virão. Jesus é o nosso Senhor!