Resultados da sua busca

NÃO TE ADMIRES, IMPORTA NASCER DE NOVO

08/11/2019

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança […] Pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente” (1 Pedro 1:3, 23). A vida humana começa com o nascimento. Todos os homens um dia nasceram de seus pais e entraram no mundo. Da mesma sorte, a vida cristã começa com um nascimento, mas dessa vez espiritual, que ocorre quando cremos em Jesus como nosso Salvador e Senhor (João 1:12; 3:7). O ato de crer produziu em nosso espírito um novo nascimento – Cristo como vida foi gerado em nós (Colossenses 3:4; Gálatas 4:19). A partir daí, iniciamos uma vida espiritual que tem como objetivo herdar uma herança também espiritual (1 Pedro 1:3-5).
Em sua primeira epístola, Pedro escreveu sobre a importância da regeneração. À luz de seus escritos, percebe-se que a regeneração ocorreu mediante a Palavra de Deus, que entrou em nós como uma semente incorruptível (1 Pedro 1:23). A vida de Deus é eterna, uma vida incorruptível e incriada (João 3:16; 5:24). É essa vida que todo cristão recebeu ao crer no Senhor Jesus. Louvado seja o Senhor! A vida mais elevada do universo nos foi presenteada por meio da regeneração. Podemos dizer que o cristão é o ser humano mais bem-aventurado entre todos os homens.
Pedro também mencionou, em 1 Pedro 1:18-19, que fomos resgatados de um fútil procedimento herdado de nossos pais. Não importa em que classe social nós nos encontrávamos quando fomos regenerados. Por mais que alguns, antes de crer no Senhor, tivessem para si uma vida num nível de humanidade elevada, ainda assim o legado herdado de seus pais, de acordo com a Palavra de Deus, é considerado fútil. O propósito do coração de Deus consiste em que o homem seja regenerado, que receba Sua vida e passe a viver por meio dela. É esse viver que agrada a Deus (João 3:1-7).
Ao longo dos séculos, muitos homens se destacaram por ter um viver moral mais elevado que os outros. No entanto, se estes não receberam a vida de Deus e sua moral ainda estava baseada em sua humanidade, de acordo com a Bíblia, eles viveram uma vida sem sentido. A vida cristã deve ser vivida debaixo da inspiração vinda do exemplo do próprio Deus, que um dia veio à terra como homem e Sua divindade elevou as virtudes humanas (Filipenses 2:5-12).
Por fim, a regeneração é importante porque não somente nos deu uma nova vida que nos livrou de irmos para o lago de fogo, mas também nos resgatou de um fútil procedimento de vida. Por meio dela, começamos nossa história com o Senhor. É por isso que o apóstolo João escreveu em seu evangelho de maneira clara e objetiva: “Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo” (João 3:7).

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui

As propagandas exibidas neste site são baseadas nos interesses do usuário, coletadas pelos mecanismos de busca durante a navegação, por isso o conteúdo delas pode variar.