Não se pode negar que a humanidade caminha para o fim. Isso é claramente observado com o aumento da periodicidade intensidade e nos últimos anos das guerras, desastres naturais, fome, crises financeiras, dentre outros males. Estamos no período a Bíblia denomina de princípio das dores (Mateus 24:8). Em outras palavras, estamos vivendo no tempo que precede o fim.

Esse sentimento é compartilhado também por diversos representantes da comunidade científica internacional, como nos mostra a figura do Relógio do Apocalipse. Criado no ano de 1947 pelo comitê de diretores do Bulletin of the Atomic Scientists da Universidade de Chicago, Estados Unidos, o Relógio do Apocalipse é um relógio simbólico onde o horário “meia-noite” indica o final dos tempos, o qual, para os especialistas do comitê, provavelmente decorrerá de uma guerra nuclear. Com isso, de forma figurada, quanto mais próximo da meia-noite o relógio for ajustado pelos cientistas, mais próximo estará o término desta era.

No começo de 2012, o Relógio do Apocalipse foi ajustado para um horário alarmante: 23:55h, ou seja, apenas 5 minutos para o fim dos tempos. Segundo os cientistas responsáveis da Universidade de Chicago, a alteração do horário foi necessária haja vista os altos riscos atuais à humanidade decorrentes da proliferação nuclear e das mudanças climáticas.

Com tudo isso, podemos perceber que a vinda do Senhor está realmente próxima. Mas o que efetivamente trará o fim? E como devemos nos preparar para esse grande dia? Ainda que muitos sinais indiquem a proximidade do fim, com base nas Escrituras, sabemos que o fim virá somente

quando o evangelho do Reino for pregado em toda a terra habitada, para testemunho a todas as nações (v. 14). Será o fim desta era e o início de uma era maravilhosa em que o Senhor reinará com Seus filhos maduros. (Mateus 5-7; Hebreus 2:5-7).

É hora de preparar-nos para a volta do Senhor

Se queremos ser encontrados maduros pelo Senhor, devemos pregar e praticar o evangelho do reino, negando a nós mesmos; isso requer submissão e humildade (Mateus 16:24). Se formos fiéis em praticar a visão do reino, certamente seremos guardados do Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepidoso estrondo e os elementos se desfarão abrasados (2 Pedro 3:10).

Essa foi a experiência da igreja em Filadélfia, descrita em Apocalipse (Apocalipse 3:7-13). Por ter pouca força, ela permaneceu simples e pura diante dos olhos de Deus, dependendo em tudo Dele. Além disso, a igreja em Filadélfia manteve a porta aberta, invocando o nome do Senhor e praticando a Sua palavra; por tal motivo, o Senhor prometeu que a guardaria da hora da provação que viria sobre o mundo inteiro. Assim, os filhos de Deus que ali praticavam uma vida da igreja saudável receberam a coroa da vida (v. 11) e se tornaram aptos a governar as nações no mundo vindouro.

Da mesma maneira que a igreja em Filadélfia, hoje nós também podemos praticar uma vida da igreja saudável que nos levará ao governo sobre as nações no mundo vindouro sem que tenhamos que passar pela grande tribulação. Para tanto, devemos praticar a palavra do Senhor, pregando e praticando o evangelho do reino, jamais deixando de invocar Seu maravilhoso nome. Vivendo assim, cooperaremos com o Senhor na Sua segunda vinda e seremos guardados de todos os acontecimentos finais que afligirão aqueles que não se voltaram a Deus. Que o Senhor nos conduza em triunfo!

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui