Resultados da sua busca

UMA FAMÍLIA NO REINO

22/11/2019

Se as famílias pretendem passar ilesas por este mundo corrupto, estragado e influenciador, elas devem cultivar a vida do reino (Mateus 17:1-8). O reino foi mostrado pelo Senhor Jesus aos discípulos em um alto monte quando Ele foi transfigurado na presença deles. Naquela esfera elevada, nada os podia tocar. Eles estavam longe de tudo. Estavam guardados debaixo da glória do Senhor. Não importava como as coisas estavam em torno do monte, eles estavam absolutamente livres. Pedro não se conteve e disse ao Senhor: “É bom estarmos aqui”. 

O reino é uma esfera onde a presença do Senhor é marcante. Se queremos produzir um lar onde todas as coisas negativas fiquem do lado de fora, devemos subir com nossa família inteira ao “monte” e viver na presença do Rei. Não estamos falando de monte físico, mas da comunhão com o Senhor em nosso espírito.

Nesse “monte” as coisas negativas não conseguem escalar para nos aborrecer. Os cônjuges são protegidos de toda possibilidade de adultério e separação. Nesse “monte”, vivendo na presença do Senhor, nosso casamento pode ser reavivado. São muitas as famílias que buscam, pagam e consultam especialistas para resolver seus problemas. Muitos reclamam que o amor está esfriando e lamentam ver seu casamento e sonhos relacionados à família ruírem e quase nada conseguem fazer. Quando chegamos a esse estágio, a ética, os bons modos, o buquê de flores e tantas outras dicas e métodos parecem pouco contribuir para a restauração do relacionamento.

Temos de entender que o amor, base de todo relacionamento, não pode ser fabricado. O amor genuíno é o resultado do estado de transfiguração em que marido e mulher estão envolvidos. Precisamos subir ao “monte” antes que seja tarde demais. Achegar-nos ao Senhor para ouvir Sua palavra é uma das formas de cultivar a vida do reino. Precisamos instaurar em nossos lares momentos diários de leitura da Bíblia. Essa prática nos transfere para o Senhor e nos ajuda a viver longe de toda corrupção.

É inadequado fazer uma tenda para Elias e outra para Moisés (conferir com Mateus 17:4), contudo, certamente não é proibido fazer uma para Jesus; pelo contrário, é necessário. Se houver uma tenda para o Senhor, teremos um modo garantido de ouvir sempre Sua palavra. Hoje a tenda onde podemos colocar o Senhor Jesus para viver permanentemente é nosso espírito. Quando desfrutamos do rico habitar do Senhor em nosso espírito, a vida do reino se torna presente onde quer que estejamos.

A base da sociedade é a igreja; a base da igreja são as famílias; mas são os cônjuges a base de apoio dos filhos; por isso, é urgente que os cônjuges subam o quanto antes ao “monte” para ali viverem na esfera do reino, guardados, protegidos, supridos e sendo renovados pela glória prazerosa do Senhor. Então, como Pedro, toda a família vai dizer: “É bom estarmos aqui!”.

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui

As propagandas exibidas neste site são baseadas nos interesses do usuário, coletadas pelos mecanismos de busca durante a navegação, por isso o conteúdo delas pode variar.