O Antigo Testamento, ou a Antiga Aliança, com 39 livros, trata da criação, da lei, dos mandamentos, dos estatutos, dos juízos e da história do povo de Deus. Relata todo o plano inicial, desde quando foram criados Adão e Eva, seus filhos e sua descendência. Mostra-nos também a queda do homem e seu afastamento de Deus, e descreve com beleza singular o grande amor de Deus, que preparou a reconciliação, uma vez que o homem havia perdido a pureza para contatá-lo.

Para ter novamente a presença do homem, Deus chamou Noé e instruiu-o a construir uma arca para salvação sua e de sua casa. Julgou os povos espalhando-os, quando em Babel se rebelaram contra Ele (Gênesis 11:9). Chamou Abraão (21:1- 2) e transformou sua linhagem numa nação eleita (Êxodo 19:5-6). Permitiu que conhecessem uma terra boa, mas deixou que provassem a escravidão no Egito devido à rebeldia deles.

Chamou e capacitou Moisés, enviou-o a libertá-los da tirania de Faraó. Fêlos atravessar miraculosamente o mar abrindo-o e guiou-os pelo deserto sob uma nuvem durante o dia e uma coluna de fogo durante a noite; preparou-lhes alimento e água. Cuidou de suas vestes para que não envelhecessem e de seus pés para que não inchassem. Por fim, trouxe-os de volta a Canaã , seu verdadeiro lugar de habitação.

Buscou juízes e profetas e tirou Davi de trás do rebanho de ovelhas para ser rei de Israel. Amou tais homens, apresentou-se a eles como o Deus Todo-Poderoso e falou lhes que podiam contar com Sua mão em toda situação.

Preparou a vinda do Messias, Seu Filho unigênito, e pediu aos profetas que o descrevessem em vários aspectos para torná- lo reconhecível, deixando indicações, relatando épocas e acontecimentos, a fim de que fosse identificado. Então, por nossa causa, Ele mesmo, o próprio Deus, desceu dos céus e nasceu numa manjedoura e passou a ser chamado de Jesus.

O Novo Testamento representa uma Nova Aliança; nele vemos alguém especial que veio a nós para trazer uma solução definitiva para o problema do homem. Em Belém de Judá, parte da boa terra, uma estrela brilhou de maneira especial, indicando àqueles que procuravam o Salvador o lugar do Seu nascimento. Jesus veio como uma criança, cresceu e expressou o Pai: Ele era a imagem do Deus invisível (Colossenses 1:15).

Caro leitor, todos esses assuntos estão na Bíblia. Essa história mencionada há pouco, foi escrita para nós, para que conhecêssemos os fatos que antecederam os dias de hoje. Existem muitas outras histórias fascinantes para serem lidas nas Escrituras. Encorajamos nossos leitores a lerem a Palavra de Deus – ela foi escrita para nós. Na próxima edição, continuaremos a falar dos fatos do Novo Testamento.

Assine já o Jornal Árvore da Vida. Para assinar Clique Aqui